Home / 4/5 / [Opinião] Harry Potter and the Half-Blood Prince, de J.K. Rowling

[Opinião] Harry Potter and the Half-Blood Prince, de J.K. Rowling

Autor: J.K. Rowling
Ano: 2005
Série: Harry Potter #6
Formato: Audiobook
Duração: 20 horas
Narrador: Stephen Fry

Sinopse: The war against Voldemort is not going well; even Muggle governments are noticing. Ron scans the obituary pages of the Daily Prophet, looking for familiar names. Dumbledore is absent from Hogwarts for long stretches of time, and the Order of the Phoenix has already suffered losses. And yet… As in all wars, life goes on. Sixth-year students learn to Apparate — and lose a few eyebrows in the process. The Weasley twins expand their business. Teenagers flirt and fight and fall in love. Classes are never straightforward, though Harry receives some extraordinary help from the mysterious Half-Blood Prince. So it’s the home front that takes center stage in the multilayered sixth installment of the story of Harry Potter. Here are Hogwarts, Harry will search for the full and complex story of the boy who became Lord Voldemort — and thereby find what may be his only vulnerability.

Opinião: O 5.º livro terminou com um acontecimento marcante na vida de Harry, em que mais uma vez a perda de um ente querido foi ao seu encontro. Com a confirmação do regresso de Lord Voldemort e a guerra contra ele e os seus Devoradores da Morte a não correr tão bem como o esperado, as perspetivas não são as melhores. Ainda assim, inicia-se mais um ano letivo em Hogwarts, que traz Snape como o novo professor de Defesa contra as Artes das Trevas e um novo professor de Poções. Harry vê-se subitamente como a nova coqueluche desta disciplina quando encontra um livro de Poções anotado pelo auto-denominado “Príncipe Meio-Sangue”. Na sua vida pessoal, Harry continua a experimentar as vicissitudes do amor na adolescência e a ter de lidar com as desavenças entre os seus dois melhores amigos, Ron e Hermione. No meio de tudo isto, Harry têm aulas especiais com Dumbledore, onde este lhe mostra momentos-chave da história de Voldemort. 

Este livro continua a tendência dos anteriores, ao tornar a história mais negra e densa. Gostei particularmente das secções em que temos oportunidade de conhecer partes da vida de Voldemort, não só porque acho a personagem interessante, mas também pelas conversas entre Harry e Dumbledore – que ajudam Harry e o próprio leitor a perceber melhor o que está em jogo – e o adensar dos laços entre os dois. O final é de partir o coração e mostra uma nova faceta daquela que é, na minha opinião, a melhor personagem da série – Severus Snape.

Quando lemos pela primeira vez um livro que contém em si acontecimentos surpreendentes e inesperados, a sensação é irrepetível e a perspetiva de uma releitura traz consigo o receio de estragar esse momento, de não poder repetir a “magia”. Contudo, apesar de a surpresa já não ter acontecido, foi muito bom poder presenciar os mesmos acontecimentos com outros olhos e perceber as subtilezas do que eles escondiam. Por isso, a releitura deste livro em especial trouxe-me um grande valor acrescentado a toda a experiência de ler esta série.  

Este livro já tinha sido um dos meus preferidos da série na primeira leitura, e agora confirmei isso mesmo. Foi excelente voltar a ler este livro cheio de acontecimentos importantes e surpreendentes para o desenrolar e conclusão da história.

Classificação: 4/5 – Gostei Bastante

 


Sobre Célia

Tenho 36 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.