Home / 4/5 / [Opinião] Maldito Karma, de David Safier

[Opinião] Maldito Karma, de David Safier

Autor: David Safier
Título Original: Mieses Karma (2007)
Editora: Planeta Manuscrito
Páginas: 280
ISBN: 9789896571467
Tradutor: Artur Costa e Emília Ferreira
Origem: Empréstimo

Sinopse: A apresentadora de televisão Kim Lange encontra-se no melhor momento da sua carreira, quando sofre um acidente e morre, esmagada pelo urinol de uma estação espacial russa. No Além, Kim dá-se conta de que, ao longo da sua vida, se limitou a acumular mau Karma: enganou o marido, descurou a sua filha e amargurou a vida de todos os que a rodeavam. Descobre então o seu castigo: está num formigueiro, tem duas antenas e seis patas… é uma formiga! Kim não tem a mais pequena vontade de continuar a arrastar migalhas de bolos depois de ter passado a vida a evitar os hidratos de carbono. Além disso, não pode permitir que o marido vá afogar as mágoas da sua perda com outra. Só lhe resta, por isso, uma saída: acumular bom Karma, para ascender na escala da reencarnação e voltar a ser humana. Mas o caminho para deixar de ser insecto e se converter num bípede é duro e está pejado de contratempos.

Opinião: Este é daqueles livros que me teria passado completamente ao lado se não tivesse lido várias opiniões positivas em vários blogues. Junte-se a estas uma sinopse curiosa e a promessa de uma leitura divertida, e foi com agrado que descobri que estava disponível na biblioteca e o trouxe comigo.

Maldito Karma é um livro contado na primeira pessoa por Kim Lange, uma famosa apresentadora de TV na Alemanha, bastante ambiciosa em termos profissionais e com a vida familiar presa por arames, devido ao tempo que dedica ao emprego e ao desgaste do seu casamento. No dia em que comparece a um importante evento de prémios televisivos, Kim é atingida por um urinol de uma estação espacial (!) e morre. Mas, devido às suas más ações e ao pouco karma acumulado, Kim não tem direito ao descanso eterno: em vez disso, reencarna no corpo de uma formiga, sendo incumbida de praticar boas ações de modo a poder ganhar karma e reencarnar em animais mais robustos. Enquanto está na forma de animal, Kim tem oportunidade de observar o evoluir do dia-a-dia das pessoas que deixou para trás e refletir sobre a sua importância e o que deixou por fazer.

Trata-se de uma história com elevada dose de bom humor – algumas passagens fizeram-me rir a bom rir -, mas que não deixa querer passar uma determinada mensagem. A ideia principal é, parece-me, que as boas ações são recompensadas pelo que o destino nos reserva, sendo o garante de um final feliz. Apesar de tentar reger a minha vida por aquilo que considero serem boas ações, a verdade é que tenho dificuldade em “engolir” a moral desta história, porque basta olhar à minha volta para perceber que a realidade é muito mais cruel do que isto. No entanto, colocadas estas questões de lado, é um livro bastante divertido e que, dentro do objectivo a que se propõe, funciona muito bem.

Trata-se de um livro engraçado, de leitura leve, que se conclui num ápice, e do qual, apesar da minha ressalva, se retira a vontade de ser um pouco melhor. 

Classificação: 4/5 – Gostei Bastante


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.