Home / 3/5 / [Opinião] Dentro da Baleia, de Jennie Rooney

[Opinião] Dentro da Baleia, de Jennie Rooney

Autor: Jennie Rooney
Título Original: Inside the Whale (2008)
Editora: Bertrand
Páginas: 224
ISBN: 9789722521802
Tradutor: Ana Cunha Ribeiro
Origem: Empréstimo

Sinopse: Por vezes demoramos a vida inteira a encontrar as palavras certas. Stevie, que ficou viúva recentemente, sabe que tem de contar a verdade à família, mas o passado é complicado e difícil de desenredar. Michael deixou o seu diário esquecido numa caixa de sapatos, à espera da sua partida iminente para o hospital. Nunca teve jeito para pôr os acontecimentos em palavras, sente-se mais à vontade com os estalidos do código Morse. Contudo Anna, uma jovem auxiliar de acção médica, tem a paciência e a ternura para o convencer a contar a sua história. E assim começa. Comovente e de leitura compulsiva, esta é a história inesquecível de Stevie e Michael, amantes vulgares, separados pelos acontecimentos invulgares da guerra.

Opinião: Este livro tem uma capa linda. Quando saiu, em Setembro do ano passado, chamou imediatamente a minha atenção e a sinopse confirmou que o livro parecia bastante interessante. As opiniões que li não eram muito entusiásticas, e por isso decidi não arriscar a compra e, em vez disso, requisitei-o na biblioteca.

Trata-se de um livro relativamente curto, com capítulos também curtos, que alternam relatos na primeira pessoa de Stevie e Michael. Os dois conheceram-se na altura da 2.ª Guerra Mundial, enquanto ainda eram adolescentes. Muitos anos depois, já idosos, ambos recordam o tempo que passaram juntos e todos os acontecimentos que levaram à sua separação e ao continuar das suas vidas afastados, com constantes avanços e recuos no tempo. É uma história que nos fala de oportunidade perdidas e de momentos aparentemente inócuos mas que acabam por alterar a nossa vida de uma forma irreversível.

Ainda ontem dizia que me agradam histórias de amor que primem pela subtileza, mas sinceramente achei esta demasiado contida. Na maior parte do tempo, os sentimentos e as palavras podem apenas ser adivinhados pelo leitor, e se acho que isto pode funcionar se houver um bom equilíbrio entre o que se diz e o que fica por dizer, neste caso a falta de palavras apenas serviu para fazer com que as personagens me parecessem mais distantes, mais irreais. Apesar disso, o livro tem momentos belíssimos e a escrita sólida e muitas vezes poética é digna de nota e ajuda a tornar este livro mais interessante.

Na minha opinião, é um livro que tinha tudo para ser excelente mas como que se perdeu a meio do caminho. Apesar disso, foi uma leitura interessante e fico com curiosidade para ler mais desta autora e acompanhar a sua evolução.

Classificação: 3/5 – Gostei


Sobre Célia

Tenho 36 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.