Home / 6/10 / [Opinião] Enciclopédia da Estória Universal, de Afonso Cruz

[Opinião] Enciclopédia da Estória Universal, de Afonso Cruz

Autor: Afonso Cruz
Ano de Publicação: 2009
Editora: Quetzal
Páginas: 134
ISBN: 9789725648209
Origem: Comprado

Sinopse: Este é um livro de factos – e de ficções, burlas, citações – esquecidos ou ignorados pela História e encruzilhados uns nos outros em forma de labirinto. Um espaço entre mordomos coronéis, metáfora, mentiras, assassínios, deuses duplos, cabalistas fabulosos, ascetas hindus e narrativas absolutamente orientais.

Opinião: Depois de ter gostado imenso de Os Livros que Devoraram o Meu Pai, fiquei com bastante curiosidade em relação a outras obras do autor e, por isso, foi com grande curiosidade que peguei nesta Enciclopédia da Estória Universal.

Tal como todas as enciclopédias, é um livro que se encontra ordenado por ordem alfabética, com várias entradas por letra. Essa entradas contêm histórias, algumas delas continuando ou estando relacionadas com outras mais à frente, pequenas ficções sobre os mais variados temas, pensamentos, metáforas, etc. Vários deles estão creditados com um autor, que o leitor desconhece se é real ou se foi inventado por Afonso Cruz. Aliás, esta é uma das características do livro: a diferença entre o real e o imaginário é muito ténue, e nunca sabemos ao certo se o que estamos a ler é ou não verídico.

Por mais que queira, é-me impossível não comparar este livro do autor com o que li anteriormente, apesar de serem tão diferentes não só em conteúdo, mas especialmente em termos de estilo. Esta “Enciclopédia” é muito mais erudita e exige um maior nível de atenção por parte do leitor, pelo que as minhas expectativas foram, de certo modo, goradas. Parece-me que não foi a melhor altura para ter pegado neste livro mas, ainda assim, foi uma leitura interessante e que recomendo especialmente pela diferença em relação a tudo o que já tinha lido antes. 

Classificação: 6/10 – Interessante

Livro n.º 47 de 2010


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.