Home / 5/10 / [Opinião] Crepúsculo – A Novela Gráfica, de Young Kim

[Opinião] Crepúsculo – A Novela Gráfica, de Young Kim

Autor: Young Kim e Stephenie Meyer
Título Original: Twilight: The Graphic Novel #1
Editora: Gailivro
Páginas: 244
ISBN: 9789895577170
Tradutor: n.d.
Origem: Recebido para crítica

Sinopse: Nunca pensei muito sobre como iria morrer Apesar de ter tido mais do que razões para isso nos últimos cinco meses…
Por certo era uma boa forma de morrer… No lugar de outro, de outro que eu amava.
Quando Isabella Swan se muda para a sombria cidade de Forks e conhece o misterioso, e atraente Edward Cullen, a sua vida sobre uma mudança emocionante e assustadora. Com a sua pele de porcelana, olhos dourados, voz assombrosa e capacidades sobrenaturais, Edward é irresistível e impenetrável. Até hoje, ele conseguiu manter a sua verdadeira identidade escondida, mas Bella está determinada a descobrir o seu mais negro segredo… .
Magnificamente concebido, este primeiro volume de Crepúsculo: A Novela Gráfica é uma peça obrigatória na colecção de qualquer fan.

Opinião: Quem tem acompanhado este blogue e o nosso fórum sabe que li os 3 primeiros volumes da famosa saga da Stephenie Meyer e parei por aí tal foi a irritação que a leitura de Eclipse me provocou. Sinceramente, não vejo grandes probabilidades de ler o último volume num futuro próximo ou longínquo. Apesar disso, o 1.º e 2.º volumes da série são page-turners, que se lêem com facilidade na esperança que a história melhore (coisa que, na minha opinião, não acontece).

Este livro, que corresponde apenas à primeira metade de Crepúsculo, apresenta-nos uma abordagem diferente da história, que aparece aqui condensada – nem podia ser de outra forma – de modo a adaptar-se à estrutura de um livro de BD. O enredo é essencialmente o mesmo, com a diferença de podermos visualizar as personagens, ou a interpretação delas que Young Kim fez.

Não sendo apreciadora especial de BD, não tenho termo de comparação para poder fazer considerações particulares acerca da arte aqui presente. Posso apenas dizer que gostei da forma como as personagens são retratadas, apesar de ter a sensação que teria apreciado mais ainda caso as ilustrações tivessem mais cor, uma vez que esta aparece apenas muito esporadicamente.

Em termos de conteúdo, não há nenhuma novidade para quem conhece a história. O livro lê-se no máximo numa hora e não deverá cativar novos leitores para este universo; constitui, sim, uma peça adicional de coleccionador para quem já é fã da saga. 

Classificação: 5/10 – Razoável

Livro n.º 51 de 2010


Sobre Célia

Tenho 36 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.