2014 Reading Challenge

2014 Reading Challenge
Célia has read 0 books toward her goal of 75 books.
hide

Estou a Ler

Newsletter

Arquivo

Creative Commons License This blog by Estante de Livros is licensed under a Creative Commons Atribuição-Não a Obras Derivadas 2.5 Portugal License.

Visitas desde 20/07/2007

Sangue Furtivo

Wednesday, April 21, 2010 Post de Célia

Autor: Charlaine Harris
Título Original: Dead as a Doornail (2005)
Editora: Saída de Emergência
Páginas: 254
ISBN: 9789896372071
Tradutor: Renato Carreira

Sinopse
Sookie Stackhouse, uma empregada de bar na pequena vila Bon Temps, não é alheia a experiências sobrenaturais. Mas agora estranhos acontecimentos estão a mexer com a sua família e nunca antes o sobrenatural esteve tão próximo. Quando Sookie repara que os olhos do seu irmão Jason começam a modificar-se, ela percebe que ele está prestes a transformar-se numa pantera pela primeira vez – uma transformação mais rápida e intuitiva do que a maioria dos metamorfos que ela conhece.

Mas a preocupação de Sookie torna-se mais intensa e assustadora quando um atirador furtivo aponta a mira para os metamorfos locais, e os novos “irmãos” felinos de Jason começam a suspeitar que ele pode estar por trás dessa mira. Sookie tem até à próxima lua cheia para descobrir quem está envolvido nestes ataques… a menos que o atirador decida encontrá-la primeiro…

Opinião
No passado dia 12 de Março, Charlaine Harris esteve em Portugal, como dei conta aqui, e nessa ocasião tive oportunidade de adquirir em pré-venda este 5.º volume da saga a ser publicado no nosso país (devidamente autografado), e que passou a estar disponível nas livrarias desde a 6.ª feira passada, dia 16 de Abril.

O mistério deste livro gira em torno de uma série de ataques à população metamorfa de Bon Temps e arredores, que começam a envolver os amigos de Sookie e o seu irmão Jason, o qual,  por ter sido mordido, consegue agora  transformar-se numa pantera. Ao mesmo tempo, e num evento que parece estar relacionado com esses ataques, alguém tenta incendiar a casa de Sookie. Nos livros anteriores, Sookie tornou-se visita assídua no hospital devido às várias situações perigosas em que se coloca, inadvertidamente ou de livre vontade, e este livro não é excepção. O enredo continua a ser povoado por seres sobrenaturais e se no volume anterior já tínhamos tido um vislumbre da fada Claudine, neste livro ficamos a conhecer melhor os efeitos que esta personagem e o seu irmão, Claude, têm no resto dos seres sobrenaturais e nos humanos. O livro dedica ainda uma boa parte do seu enredo à exploração dos rituais e costumes dos lobisomens, incluindo uma eleição do seu novo líder.

Como todos os volumes anteriores, esta foi uma leitura-relâmpago porque a autora consegue exemplarmente manter o leitor agarrado, pelas peripécias em que coloca a sua protagonista, pela profusão de personagens secundárias cativantes e pelos vários interessados, romanticamente falando, em Sookie. No entanto, e se não deixa de ter uma certa “piada” que a protagonista não tenha apenas um interesse romântico, neste livro a profusão de interesses pareceu-me exagerada, e pressenti uma certa falta de rumo no que diz respeito a esse aspecto em particular – que, confesso, é um dos mais gosto nesta saga (Team Eric!). Fico curiosa por futuros desenvolvimentos.

De qualquer modo, é um livro que se lê de um fôlego, e que não pode deixar de interessar a quem vem seguindo a série. Quero deixar ainda uma nota final para a editora Saída de Emergência: é notável a periodicidade com que têm vindo a publicar os livros desta (e de outras) séries. Estive a verificar e o primeiro livro saiu a 9 de Abril do ano passado, o que significa que, no espaço de um ano, tivemos oportunidade de ler 5 livros desta série. Exemplar! – Célia M.

7/10 – Bom

Livro n.º 35 de 2009

Numa fórmula que a autora já revelou ser o seu estilo em livros anteriores, vemos desta vez a protagonista da história, Sookie Stackhouse, envolvida em mais uma série de peripécias que advêm do facto de se relacionar com seres sobrenaturais: vampiros, lobisomens, metamorfos e fadas. No volume anterior já tínhamos tido um vislumbre da fada Claudine, e neste livro ficamos a conhecer melhor os efeitos que esta personagem e o seu irmão, Claude, têm no resto dos seres sobrenaturais e nos humanos.


2 Responses to “Sangue Furtivo”

  1. cláudio says:

    (eu tinha que comentar este post) até porque um dia quis me aventurar e ler um livro de vampiros e fui para Sangue fresco e quando anadava á procura de criticas do livro encontrei (antigamente) um blog chamado “estante de livros” e apartir daí pos o , actual site nos meus marcadores, e venho aqui todos os dias para saber opiniões dos livros, este livro apesar de falar na primeira pessoa do singular e ser uma personagem feminia, eu acho uma leitura formidável, e por estranho e embaraçoso que se parece, eu gosto muito do livro ^^

  2. Duarte says:

    É a melhor serie de livros que conheço!

    Sangue fresco forever @@


Leave a Reply