Home / 8/10 / [Opinião] Acerca de Roderer, de Guillermo Martínez

[Opinião] Acerca de Roderer, de Guillermo Martínez

Autor: Guillermo Martínez
Título Original: Acerca de Roderer (1993)
Editora: Sextante
Páginas: 112
ISBN: 9789898093165
Tradutor: José Riço Direitinho
Origem: Recebido para crítica

Sinopse: Acerca de Roderer narra o confronto vital e intelectual entre dois jovens de inteligência privilegiada. O primeiro usa esta inteligência de forma prática para se adaptar ao mundo, o segundo na busca de um conhecimento absoluto que lhe permita compreender o mundo, deslizando perigosamente até aos limites da loucura e do suicídio. Esta incursão narrativa brilhante nos meandros da rivalidade e da inteligência oferece-nos um romance inquietante, de suspense e ambiguidade.

Opinião: Guillermo Martínez é um escritor argentino, licenciado em Matemática, que se tem destacada no campos dos contos e das novelas, para além dos artigos e ensaios que se podem encontrar no seu site. Em Portugal, já foram publicados Crimes Imperceptíveis e Borges e a Matemática, ambos pela editora Ambar.

Acerca de Roderer, uma novela que se lê num par de horas, é contada na primeira pessoa por um jovem que trava conhecimento com Gustavo Roderer, no Clube Olimpo, da terreola Puente Viejo, perde com ele um jogo de xadrez, e fica fascinado por aquela personalidade tão peculiar. Roderer é vago, misterioso, ausente e inteligente de uma forma poucas vezes vista.

A história decorre no espaço de poucos anos e, enquanto o narrador da história (cujo nome nunca sabemos) segue o rumo normal da vida, frequentando o colégio, depois indo para a Universidade e para o serviço militar, Roderer permanece em sua casa, imerso em livros, em busca de uma verdade ainda desconhecida, de uma iluminação.

É um livro escrito de uma forma ora simples, ora mais complexa, o que reflecte as diferenças entre o narrador e Roderer, ambos inteligentes mas de uma forma bastante diferente. Roderer possuía aquele acréscimo que permite destacar os génios entre os inteligentes, mas, tal como muitos outros, é um génio incompreendido porque a sua forma de encarar o mundo e o seu objectivo fazem-no sofrer face às vicissitudes da vida: possui a inteligência rara de ir muito mais além do que o comum dos mortais, mas essa mesma característica impede-o de conseguir sobreviver tão facilmente num mundo que não o compreende. Se pensarmos um pouco nos maiores génios da nossa humanidade, os paralelismos são facilmente feitos com esta história.

Gostei muito deste livro, não só pelo relato desta vida tão pouco comum, que nos permite vislumbrar os dilemas dos génios incompreendidos, mas pela escrita magnífica de Guillermo Martínez. Só peca mesmo por terminar tão depressa, mas isso é uma questão de gosto pessoal, uma vez que o autor refere que a novela é o seu estilo preferido, deixando-o dar às suas personagens um desenvolvimento desejável, ficando, ainda assim, dentro de uma narrativa “curta”. Não posso deixar de recomendar este pequeno livro, disponível nas livrarias a partir de hoje. 

Classificação: 8/10 – Muito Bom

Livro n.º 21 de 2010


Sobre Célia

Tenho 36 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.