Home / 8/10 / [Opinião] O Mar de Ferro, de George R.R. Martin

[Opinião] O Mar de Ferro, de George R.R. Martin

Autor: George R.R. Martin
Título Original: A Feast for Crows (2005), 2.ª metade
Série: As Crónica de Gelo e Fogo #8 | A Song of Ice and Fire 4.2
Editora: Saída de Emergência
Páginas: 336
ISBN: 9789896371357
Tradutor: Jorge Candeias
Origem: Comprado

Sinopse: Quando Euron Greyjoy consegue ser escolhido como rei das Ilhas de Ferro não são só as ilhas que tremem. O Olho de Corvo tem o objectivo declarado de conquistar Westeros. E o seu povo parece acreditar nele. Mas será ele capaz?
Em Porto Real, Cersei enreda-se cada vez mais nas teias da corte. Desprovida do apoio da família, e rodeada por um conselho que ela própria considera incapaz, é ainda confrontada com a presença ameaçadora de uma nova corrente militante da Fé. Como se desenvencilhará de um tal enredo?
A guerra está prestes a terminar mas as terras fluviais continuam assoladas por bandos de salteadores. Apesar da morte do Jovem Lobo, Correrrio ainda resiste ao poderio dos Lannister, e Jaime parte para conquistar o baluarte dos Tully. O mesmo Jaime que jurara solenemente a Catelyn Stark não voltar a pegar em armas contra os Tully ou os Stark. Mas todos sabem que o Regicida é um homem sem honra. Ou não será bem assim?

Opinião: Desde o início que faltam palavras para expressar o quão maravilhosa é a obra e escrita de George R. R. Martin. A verdade é que, em pouco tempo, o autor tornou-se um caso sério de popularidade e assumiu um lugar de destaque nos meus autores preferidos. As expectativas quanto aos seus livros são sempre muitas e, de uma maneira ou de outra, nunca são defraudadas. A única coisa que lamento é o espaço que medeia entre cada volume da saga das Crónicas de Gelo e Fogo.

Depois de um sétimo livro calmo e onde a acção pouco avançou, O Mar de Ferro volta a encantar. A estória conhece novos desenvolvimentos em muitos dos planos de acção, mas sobretudo em Porto Real, um cenário sempre apaixonante e intrigante, e o leitor é presenteado com suspense e surpresas q.b. É verdade que, neste livro, algumas das personagens mais interessantes foram excluídas, mas, ainda assim, a obra não se ressentiu. O autor aproveitou para dar uma maior dimensão a outras (Jaime, Sansa, Brienne, por exemplo) e revelou personagens que têm ainda muito para desvendar. A intriga está no auge… é garantido! No conjunto, esta “jogada” do autor proporciona uma nova visão sobre a acção e sobre as motivações que lhe estão associadas.

Mais uma vez, a obra prima pelas descrições fascinantes, o que lhe confere um cariz muito vivo e real. O leitor é cativado, do início ao fim, em cada página, pelas surpresas que o autor vai revelando, instigando-nos, quase, a ler de um fôlego. As Crónicas de Gelo e Fogo são, sem dúvida, um must read… mesmo para aqueles que julgam não gostar do género. – Cristina

Classificação: 8/10 – Muito Bom


Sobre Célia

Tenho 36 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.