Home / 8/10 / [Opinião] Um Leão Chamado Christian, de Anthony Bourke e John Randall

[Opinião] Um Leão Chamado Christian, de Anthony Bourke e John Randall

Autor: Anthony Bourke & John Rendall
Título Original: A Lion Called Christian (2009, edição revista e actualizada da edição original de 1971)
Editor: Editorial Presença
Páginas: 164
ISBN: 9789722342339
Tradutor: Manuela Madureira
Origem: Recebido para crítica

Sinopse: Quando em 1969 Anthony Bourke e John Rendall decidiram comprar uma cria de leão nos armazéns Harrods, em Londres, não imaginaram que, décadas depois, a sua extraordinária história continuasse a comover gerações de leitores e espectadores. Publicado pela primeira vez em 1971, Um Leão Chamado Christian retrata o percurso desta amizade invulgar, desde os primeiros meses de vida em Londres, até ao reencontro inesquecível no Quénia. Esta nova edição, completamente revista e actualizada e contendo ainda diversas fotografias enternecedoras, tornou-se um bestseller do New York Times.

Opinião: Quase toda a gente viu este vídeo, no YouTube ou via email. Lembro-me de ter visto isto e ter pensado na sua peculiaridade, porque costumamos ver estas demonstrações de afecto entre homens e animais quando estão em causa animais domésticos, como os cães. Os leões são normalmente tidos como animais selvagens e perigosos, por isso não deixa de causar espanto perceber que podem demonstrar tal afecto por um ser humano.

Foi sem dúvida um caso curioso, cujo início é relatado neste livro. Anthony Bourke e John Rendal viram à venda no Harrods, em Londres, um pequeno leãozinho que não resistiram a levar para casa, sem saberem muito bem no que aquilo ia dar. No entanto, apesar de um ou outro vislumbre do seu instinto leonino, naqueles primeiros meses, Christian revelou-se dócil e obediente e inclusivamente uma atracção para a loja de móveis Sophistocat, que ficava por cima da arrecadação onde o leão permanecia. Mesmo aparentemente bem adaptado, Anthony e John começaram a perceber que Christian estava muitas vezes apático e que aquele não seria o melhor local para o leão crescer e viver, pelo que começaram a fazer diligências para poderem devolvê-lo ao seu habitat natural.

Depois de efectuada a viagem, temos oportunidade de ver como Christian se adapta a uma nova realidade, como interage com os outros leões e como finalmente os seus instintos vêm ao de cima. Passado algum tempo, Anthony e John voltam a Inglaterra para regressarem ao Quénia cerca de um ano depois, e foi nessa altura que foi filmado o vídeo do reencontro que referi acima.

É uma história realmente fantástica e surpreendente, que foi um prazer acompanhar. Para além da amizade partilhada entre homens e leão, é também uma chamada de atenção para a importância da preservação da vida selvagem. O livro contém ainda uma série de imagens das várias fases de toda esta história e a que mais gostei foi uma onde Christian aparece junto a um conjunto de pintainhos, que foi tirada para uma campanha publicitária, em que o leão quase parece o pai dos pequenos 🙂 Sem dúvida, um livro recomendado.

Classificação: 8/10 – Muito Bom


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.