Home / 9/10 / [Opinião] Por Favor Não Matem a Cotovia, de Harper Lee

[Opinião] Por Favor Não Matem a Cotovia, de Harper Lee

Autor: Harper Lee
Título Original: To Kill a Mockingbird (1960)
Editora:
Difel
Páginas:
400
ISBN:
9789722906838
Tradutor:
Fernando Ferreira Alves
Origem: Comprado

Sinopse: Durante os anos da Depressão, Atticus Finch, um advogado viúvo de Maycomb, uma pequena cidade do sul dos Estados Unidos, recebe a dura tarefa de defender um homem negro injustamente acusado de violar uma jovem branca. Através do olhar curioso e rebelde de uma criança, Harper Lee descreve-nos o dia-a-dia de uma comunidade conservadora onde o preconceito e o racismo caracterizam as relações humanas, revelando-nos, ao mesmo tempo, o processo de crescimento, aprendizagem e descoberta do mundo típicos da infância. Recentemente, alguns dos mais importantes livreiros norte-americanos atribuíram grande destaque ao livro, ao elegerem-no como o melhor romance do século XX.

Opinião: Por Favor Não Matem a Cotovia (To Kill a Mockingbird) foi publicado pela primeira vez em 1960, tendo vencido o Prémio Pulitzer no ano seguinte, tornando-se quase instantaneamente num dos livros com mais sucesso provenientes dos Estados Unidos da América. O tema principal é o racismo presente nesse país, nos anos 30, e baseia-se vagamente num acontecimento que a autora presenciou perto da sua terra natal em 1936, quando tinha apenas 10 anos.

Neste livro, olhamos para as desigualdades raciais sob o ponto de vista de uma criança. Scout e o seu irmão Jem vivem o dia-a-dia como todas as outras crianças: brincam, fazem traquinices, comem guloseimas. Mas a sua rotina é afectada pelo facto de o seu pai, Atticus Finch, se assumir como advogado de defesa de um negro acusado de violar uma rapariga branca.

A opção de nos contar esta história do ponto de vista de uma criança confere-lhe um tom inocente, terno e honesto, apesar de por vezes isso sacrificar um pouco o conhecimento de determinados factos. Contudo, esta perspectiva num livro que aborda um tema sério e controverso permite-nos olhar para o desenrolar dos acontecimentos de uma forma simples, descomplicada e sem preconceitos, levando-nos a questionar por que motivo complicamos as coisas mais simples, por que motivo nessa altura (e agora) se julgam as pessoas por outros aspectos para além do que elas na realidade são. Ou, como uma criança o entende: Eu penso que só existe um tipo de pessoas. Pessoas.

Harper Lee escreve de uma forma simples e despretensiosa, reflectindo quase na perfeição os pensamentos e sentimentos de Scout. É um livro adornado de pequenos momentos, com toques de humor no meio dos acontecimentos sérios que compõem a sua história.

Adorei este livro e aconselho-o sem quaisquer tipo de reservas. Um must read

Classificação: 9/10 – Excelente


Sobre Célia

Tenho 36 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.