Home / 8/10 / [Opinião] Magic Study, de Maria V. Snyder

[Opinião] Magic Study, de Maria V. Snyder

Autor: Maria V. Snyder
Ano de Publicação Original: 2006
Série: Study #2
Editora: MIRA Books
Páginas: 419
ISBN: 9780778302438
Origem: Comprado

Sinopse: With an execution order on her head, Yelena has no choice but to escape to Sitia, the land of her birth. With only a year to master her magic – or face death – Yelena must begin her apprenticeship and travels to the Four Towers of the Magician’s Keep. But nothing in Sitia is familiar. Not the family to whom she is a stranger. Not the unsettling new facets of her magic. Nor the brother who resents her return. As she struggles to understand where she belongs and how to control her rare powers, a rogue magician emerges – and Yelena catches his eye. Suddenly she is embroiled in battle of good against evil. And once again it will be her magical abilities that will either save her life…or be her downfall.

Opinião: Neste segundo volume da trilogia, continuamos a acompanhar Yelena, que, após ter sido obrigada a abandonar o território do Norte, Ixia, por possuir poderes mágicos, ruma a Sitia, no Sul, para se reencontrar com a sua família. Para além disso, Yelena irá também iniciar a sua aprendizagem de magia, auxiliada por Irys, por forma a conseguir conhecer e dominar os seus poderes. Para além dos problemas iminentes suscitados pelo facto de Cahil, herdeiro do falecido Rei de Ixia, querer reclamar o trono do território no Norte, Yelena terá também de ajudar a desvendar o mistério do poderoso feiticeiro que assassinou em série várias jovens, por forma a aumentar o seu poder e dominar Sitia e Ixia.

As expectativas antes da leitura deste livro eram enormes, devido ao facto de ter adorado o primeiro da trilogia, Poison Study. Este segundo volume é, de certa forma, distinto do primeiro, porque tem mais magia, mais aventura e o tom da narrativa é menos negro – por isso, talvez, um pouco menos cativante. Senti também alguma diferença nas personagens, especialmente em Yelena, que se transforma na heroína sempre disposta a contrariar o bom senso e a seguir os seus instintos (sendo que, por vezes, achei que esta característica da personagem foi um bocado exagerada).

Tal como no primeiro volume, a leitura foi bastante rápida e viciante, fazendo com que desejemos sempre virar página atrás de página. Voltamos a reencontrar as personagens por quem nos apaixonámos no primeiro volume e ansiamos por saber o que lhes acontece. Gostei bastante! 

Classificação: 8/10 – Muito Bom


Sobre Célia

Tenho 36 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.