Home / Das palavras às imagens / Das palavras às imagens (1)

Das palavras às imagens (1)

Cada vez mais, os livros têm vindo a tornar-se num dos suportes principais para argumentos de filmes ou séries. Independentemente do sucesso da adaptação, é certo que o facto de determinado livro ser adaptado chama a atenção para o mesmo: os exemplos são vários, e acredito que a maioria de vocês conseguem enumerar alguns. Por outro lado, também acontece que o grande sucesso de uma obra literária contribua para o interesse que um determinado filme suscita – estou a lembrar-me, por exemplo, d”O Código Da Vinci ou, mais recentemente, do Crepúsculo.

 

Devido a esta ligação tão forte entre palavras e imagens, decidimos iniciar hoje uma nova rubrica que pretende fazer a ponte entre filmes (ou séries) e os livros que lhes serviram de suporte.

 

Esta semana, por sugestão da White_Lady, tive oportunidade de ver North and South, uma mini-série de 4 episódios, produzida pela BBC em 2004, e baseada na obra homónima da escritora inglesa Elizabeth Gaskell. Ainda não li o livro (apesar de já o ter encomendado na versão inglesa, porque não existe tradução para a nossa língua), mas tendo em conta a qualidade demonstrada pela cadeia inglesa na adaptação de outras obras famosas – lembro-me, por exemplo, do excelente Orgulho e Preconceito – presumo que o livro seja, pelo menos, tão bom como esta mini-série se revelou.

 

Publicado pela primeira vez em 1855, North and South conta a história da jovem Margaret Hale, nascida no Sul de Inglaterra, que se muda com a sua família para o Norte do país. Margaret e os seus pais lutam para se ambientarem ao local, que contrasta completamente com o sítio de onde vêm, no sentido em que é muito mais industrializado, dinâmico e onde a pobreza é uma realidade do dia-a-dia. Ao mesmo tempo, a família Hale entra no círculo social dos Thorntons, que detêm uma fábrica de produção de algodão. John, o dono da fábrica, apaixona-se por Margaret e terá de lutar para que as diferenças sejam ultrapassadas, a fim de ganhar o seu afecto. Esta história retrata também o início das organizações sindicais e da reivindicação dos trabalhadores pelos seus direitos.

 

A série da BBC conta com Daniela Denby-Ashe (Margaret) e Richard Armitage (John) nos principais papéis. Ambos os desempenhos são excelentes, mas o carisma e talento de Richard Armitage são imperdíveis. Altamente recomendado!


Sobre Célia

Tenho 36 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.