Home / 6/10 / O Dragão Branco | Anne McCaffrey

O Dragão Branco | Anne McCaffrey

Autor: Anne McCaffrey
Título Original: The White Dragon (1978)
Série: Dragonriders of Pern #3
Editora: Gailivro
Páginas: 544
ISBN: 9789895575503
Tradutor: Vera Falcão Martins
Origem: Comprado
 
Sinopse: Jamais houve uma ligação tão próxima como a que existe entre o audacioso e aventureiro jovem Senhor Jaxom e o seu extraordinário dragão branco, Ruth. De um branco puro e incrivelmente ágil, Ruth é um dragão com muitos talentos, embora quase todos os habitantes de Pern o considerem um anão que nunca chegará a lado algum. Jaxom, porém, sabe que não é assim. Ele sabe que pode ensinar o seu dragão a voar e a destruir os mortíferos Fios prateados que caem do céu. Desobedecendo a todas as regras, Jaxom e Ruth treinam em segredo. Os seus voos ilícitos parecem constituir apenas uma desobediência de somenos importância – até darem por eles na rota do perigo e em posição de impedir a maior catástrofe de sempre…
 
Opinião: O Dragão Branco é o terceiro livro da principal trilogia da série Dragonriders of Pern, da escritora Anne McCaffrey, e foi publicado pela primeira vez há 30 anos. A história, decorrida algumas Rotações (anos) depois do final do segundo livro, centra-se no jovem Jaxom e no seu peculiar dragão branco, Ruth. Não fiquei especialmente cativada com o Cavaleiro, mas o dragão é simplesmente amoroso! Ganha vida a cada descrição e a cada aventura que nos é relatada. Para além disso, reencontramos também várias das personagens dos dois livros anteriores. 
 
Depois de ter terminado o livro, posso dizer que o sentimento geral é a desilusão. Não que o livro seja mau ou eu não tivesse gostado, mas de facto esperava muito, muito mais. Há partes do livro em que a história é realmente cativante, mas uma grande parte centra-se em questiúnculas políticas e explorações do novo Continente do Sul, em busca de informações sobre os antigos habitantes de Pern. Confesso que achei várias dessas secções enfadonhas e passei-as a algum custo. No final, dei por mim a virar páginas na perspectiva de terminar o livro o mais depressa possível a fim de começar o novo livro de George R.R. Martin. E, normalmente, isso não é bom sinal. 
 
Resumindo, achei esta trilogia do género fantástico interessante, mas não completamente indispensável. Foi pena que o ritmo do primeiro livro não se tenha estendido aos outros dois. 

Classificação: 6/10 – Interessante


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.