Home / 7/10 / Jogo de Mãos

Jogo de Mãos

Max Nouvelle é o patriarca de uma ilustre família de ilusionistas e ladrões de jóias, constituída por Lily – a sua companheira; Roxanne – a sua filha, tão linda quanto casmurra; e Luke – um rapaz que Max recolheu das ruas e que entretanto se transformou num homem muito interessante. No palco fazem números elaborados e, fora dele, assaltos ainda mais refinados. Durante muitos anos Roxanne e Luke deram-se como cão e gato mas agora, já adultos, descobrem que há entre eles algo que não esperavam. Mas é então que Luke, receoso que o seu passado manche a sua família adoptiva, é vítima de alguém que quer vingar-se dos Nouvelle. E vão ser precisos alguns anos em fuga antes que ele volte e, juntamente com Roxanne, dê o golpe mais audacioso das suas vidas.

Ganhei este livro num passatempo que a Saída de Emergência levou a cabo no fórum dedicado à autora e foi uma das minhas leituras de férias (já agora, aproveito para dizer que todos os novos lançamentos da autora têm direito a um passatempo, normalmente com a oferta de 3 exemplares).

Quem conhece os livros da Nora Roberts sabe que os seus livros não primam propriamente pela originalidade ou imprevisibilidade, mas ainda assim é uma leitura que prende e cativa o leitor do início ao fim. Este livro não foi excepção, apesar de a sua estrutura ter sido diferente do que é habitual: desta vez acompanhamos as personagens principais desde a sua infância e o evoluir da sua relação. Os valores familiares estão sempre presentes e são eles o motor da história, bem como a força de todas as personagens e o amor que o leitor sente existir entre elas.

Gostei bastante da temática da magia e do poder que esta exerce sobre as pessoas: talvez mais outrora do que no presente, mas ainda assim o seu fascínio é inegável.
O que achei menos conseguido nesta história foi o vilão. Sempre me pareceu uma peça mais ou menos acessória, com a sua presença a justificar-se apenas para dificultar a vida às personagens principais e por mais nada de especial.
De qualquer modo, é uma boa leitura para quem estiver com vontade de pegar em algo mais leve, excelente para desanuviar 🙂 – Célia M.

7/10


Sobre Célia

Tenho 36 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.