Home / 6/10 / [Opinião] Anel Oculto, de Anne Bishop

[Opinião] Anel Oculto, de Anne Bishop

Autor: Anne Bishop
Título Original: The Invisible Ring (2000)
Série: Jóias Negras #4
Editora: Saída de Emergência
Páginas: 368
ISBN: 9789896370442
Tradutor: Cristina Correia
Origem: Comprado

Sinopse: Depois de nos maravilhar com a Trilogia das Jóias Negras, a autora regressa ao mundo que a fez vencer o prémio Crawford Memorial Fantasy Award. Desta vez para nos contar a história de Jared, um Senhor da Guerra de jóia vermelha. Jared transgrediu todas as regras ao assassinar a sua rainha. Mas no reino dos Sangue, são poucos os homens que podem sobreviver sem estar sob a vigilância de uma rainha. Conseguirá Jared enfrentarar os seus próprios demónios e descobrir o significado de estar verdadeiramente ligado a uma Rainha? Anel Oculto é um livro isolado, mas tem laços com os acontecimentos da trilogia — especialmente pela presença do inesquecível Daemon Sadi. O mundo de Bishop continua a ser gótico, sensualmente perigoso e por vezes violento. Um prazer de leitura para os fãs, e uma excelente descoberta para os novos leitores que são apresentados a uma sociedade complexa, exigente, e carregada de personagens tão reais que arrepiam.

Opinião: Este livro é mais uma incursão pelo mundo fictício criado pela Anne Bishop e que nos foi dado a conhecer na Trilogia das Jóias Negras. A história de “Anel Oculto” decorre antes da trilogia e temos alguns vislumbres de personagens já conhecidas, com destaque para uma breve mas marcante presença de Daemon. Este livro acompanha Jared, um escravo portador da Jóia Vermelha e escravo, que se vê envolvido numa luta pelo poder entre duas Rainhas dos Sangue.

A opinião final é positiva; ainda assim, de todos os livros da Anne Bishop que li, este foi o que gostei menos. Principalmente porque tive a sensação que houve algum “enche-chouriço” pelo meio. O livro custa a arrancar e só se começa a tornar mais interessante a partir do momento em que é feita uma revelação importante acerca da identidade de uma das personagens.

Apesar disso, acho que faltou um dos grandes trunfos dos livros da Anne Bishop que li anteriormente: personagens fortes e marcantes que criem um grande ligação com o leitor. Os momentos altos do livro são sem dúvida as aparições de Daemon… e deixam água na boca para a releitura da Trilogia. Pena o tempo ser tão pouco!

Classificação: 6/10 – Interessante


Sobre Célia

Tenho 37 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.