Home / Célia / Na Sopa de Miso

Na Sopa de Miso

Nas vésperas do Ano Novo, Frank, um estranho turista americano, contrata o jovem Kenji para uma visita guiada à vida nocturna de Tóquio. Aos poucos, o rapaz começa a desconfiar que o seu cliente pode estar envolvido numa série de mortes brutais que atemorizam a cidade. Kenji desce involuntariamente a um inferno de violência e crueldade inconcebíveis, um pesadelo do qual apenas Jun, a sua namorada de dezasseis anos, o poderá ajudar a despertar, se ele a conseguir manter viva. Uma inquietante história que vai aumentando o suspense até um limite perturbador. Ruy Murakami, um dos novos mestres do thriller psicológico, questiona com imensa habilidade a relação de amor-ódio entre o Japão e os Estados Unidos, a prostituição juvenil como resposta à necessidade de aceitação, o vazio moral da sociedade moderna ou a solidão num planeta multicultural.


Este é um livro relativamente pequeno (200 páginas), rápido e fácil de ler – mas não necessariamente fácil de digerir. O livro fala-nos da vida nocturna no Japão, mas não só. Acaba por ser também uma viagem à mente de um assassino e ajuda-nos a perceber um pouco mais da complexidade que lhe está inerente. Muito curioso é também perceber a forma como os Japoneses encaram os Americanos e vice-versa. Mais que isso: nota-se claramente uma certa “revolta” por parte do autor em relação ao alheamento em que o seu povo se vai refugiando no que diz respeito ao contacto com o exterior.
No final de contas, acabou por ser uma leitura agradável com vários apontamentos interessantes e propícios à reflexão. – Célia M.



Sobre Célia

Tenho 36 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.