Home / Célia / Opinião: O Cego de Sevilha | Robert Wilson

Opinião: O Cego de Sevilha | Robert Wilson

Autor: Robert Wilson
Título Original:
The Blind Man of Seville (2003)
Editora: Booket
Páginas: 640
ISBN: 9789722033626
Tradutor: Ana Cardoso Pires e Pedro Pla
Origem: Comprado
 
Sinopse: “É semana santa em Sevilha. Um empresário de renome é encontrado atado, amordaçado e morto em frente da sua televisão. As feridas auto-infligidas deixam perceber a luta que travou para evitar o horror das imagens que foi forçado a ver. Quando confrontado com esta macabra cena, o habitualmente desapaixonado detective de homicídios Javier Falcón sente um medo inexplicável.”

Opinião: Como gosto de ir variando em termos de géneros literários que vou lendo, desta vez optei por um policial. Deixem-me que vos diga que não sou propriamente fã. É das tais coisas que não se conseguem explicar muito bem… Até hoje, ainda não encontrei aquele autor que me fizesse mudar de opinião, mas quem sabe…

“O Cego de Sevilha” é um bom livro. Boa história, com bastante suspense, bem escrito, com uma excelente exploração das personagens (nomeadamente da personagem principal, Javier Falcón). A forma como a história é contada agarra o leitor, sem dúvida, e fá-lo ter vontade de ir virando página atrás de página.
Posso dizer que fiquei um bocadinho desiludida com o final. Não no sentido de ter sido mau, mas apenas porque a resolução do mistério não é algo que o leitor alguma vez pudesse ter adivinhado. E, para mim, um dos maiores desafios de ler um policial é ir juntando as peças e tentar adivinhar o resultado final. Bom, mas isso já se trata de gosto pessoal.
Independentemente de tudo isso, recomendo este livro. Talvez experimente outro do autor… Alguma sugestão? 


Sobre Célia

Tenho 36 anos e adoro ler desde que me conheço. O blogue Estante de Livros foi criado em Julho de 2007, e nasceu da minha vontade de partilhar as opiniões sobre o que ia lendo. Gosto de ler muitos géneros diferentes. Alguns dos favoritos são fantasia, romances históricos, policiais/thrillers e não-ficção.